Nietzsche e as Crises

 

nietzsche18821

Nietzsche viveu com muitas dificuldades e desafios, em cada obstáculo via a oportunidade de aprender, crescer, experimentar.

Refutava artifícios que desviam, momentaneamente, a reflexão, daí era contrário a religião e a bebida alcoólica, que segundo ele, dois meios de eliminar, superficialmente, os problemas vividos.

Quando enfrentava alguma dificuldade, entrava a fundo em sua essência, com a finalidade de sair dela sem retrocessos ou resquícios ocultos.

Algumas pessoas vêem a dificuldade e os fracassos como características de grupos isolados. Enquanto fracassam, lamentam-se, tentando gerar piedade pelos seus erros e fraquezas, enquanto crêem que outros são sempre bem sucedidos e vencedores, uma matemática exata que determina o destino de cada um.

A realidade é que existem sempre pequenas doses dos dois, em todos os grupos, o que determina os vencedores não é a quantidade de dificuldades e sim a força em enfrentar com a visão certa o caminho a seguir, sem perder o foco.

Não acreditava que o caminho para o sucesso era objetivo, em linhas retas e visíveis, esperava a sinuosidade com diversos obstáculos e dificuldades como situações inerentes a vida.

Empresários que já passaram grandes dificuldades retornam mais fortes, mais dispostos, observadores, interessados e invariavelmente não desanimam por qualquer situação.

Frases de fuga como “Não está acontecendo”, ou “Não vou me preocupar com isso”, é não querer enxergar a situação, o que não altera a realidade em si, apenas escurece as percepções.

Em época de crise, desesperos coletivos, excitações imprudentes, desequilíbrios temperamentais, cautelosos dirão para não avançarem e ousados virão uma oportunidade única de ir adiante, adquirir terrenos, quem terá razão?

Não há uma resposta para este momento, não somos um e nossas atitudes não terão uma única e igual conseqüência.

Em alguns setores, esta é a hora de avançar com extrema ousadia, pautada no planejamento antecipadamente esperado em momentos como estes.

Outros setores deverão retroceder, esperar cautelosos os próximos passos para que possam ir adiante sem prejuízo de suas investidas.

São generalistas e, portanto, neste caso imprudentes, os que afirmam quais atitudes devemos tomar… somos parte de um organismo capitalista que tem diferentes funções e suas reações tem que ser analisadas isoladamente, de formas e cuidados específicos.

Esqueça da crise de forma global e mire o seu setor e as suas ações… este pode ser um momento para conquistar clientes, desde que você não tenha sido prejudicado com o seu fornecimento…

Este pode ser um momento para oferecer mais serviços aos seus atuais clientes.

Ou ainda pode ser um momento para reprogramar-se e direcionar-se para novos mercados.

Ou mesmo, quem sabe, um momento de aquisições a preços convidativos, de fusões benéficas ou de simples observação.

Pare e pense qual o caminho que a sua empresa seguirá, faça um estudo dos caminhos que trilhou, as dificuldades que passou, de que forma fez e como se beneficiaria dessa experiência hoje.

Os que sabem enxergar o negócio na totalidade, mas de forma específica, são os que mais têm chances de manter em pleno e satisfatório funcionamento o organismo empresarial.

Crises e dificuldades sempre existirão, independente de suas formas, fortaleça sua empresa usando as oportunidades que cada tempo e momento, sempre lhe oferecerá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s