Tales, o início da filosofia e o fim da água

swallowed_in_the_sea_by_tonyryna1

Qual a origem de suas idéias?

Você já teve que criar algo e a idéia não vinha ou o pensamento não fluía e você não pôde ir além no desenvolvimento de alguma realização?

Algumas pessoas acreditam que pensamentos originais são privilégios de alguns, portanto, se acomodam intelectualmente e não tentam criar, ir adiante.

Tales não pensou dessa forma e inovou, como jamais haviam feito anteriormente.

Foi o primeiro a tentar entender o mundo pela razão, sem as explicações das religiões ou tradições, iniciando o pensamento racional ocidental, por volta de VI a.c, nas ilhas mediterrâneas.

Era o início da filosofia, da discussão de idéias. Os primeiros conceitos se formando, promovendo o debate, a contestação em pensamentos que se confrontavam e se aprimoravam.

Em sua teoria, Tales concluiu que o mundo material tinha um elemento como origem de tudo, a água.

Hoje, após milênios de pesquisas e observações, a ciência vê no Big Bang, que foi a explosão de uma energia altamente concentrada, como a mais provável origem de tudo, mas, sem a física moderna, Tales foi capaz de intuir da mesma forma, tendo um elemento primário, ao invés da energia, a água.

Seu raciocínio o levava a acreditar que tudo se formou tendo essa origem, por tudo ser água.

Observando, via que a água tornava-se pedra quando congelava, ou vapor, quando sofria altas temperaturas. Ia além então, vendo que sempre que chovia as plantas brotavam da terra, sendo assim, tudo era variação ou partículas d´água já que tudo que vive, precisa dela.

Suas observações iam mais longe quando ele afirmava que a terra terminava toda em água, portanto, toda terra em sua extensão permanecia flutuando, sendo sustentada por ela.

Entre suas realizações, pôde, no século em que viveu, sem recursos e instrumentos sofisticados, prever um eclipse solar e até mesmo conseguiu dividir as águas de um rio para a passagem de um rei.

Em um momento interessante, quis provar que os filósofos podem fazer dinheiro e quando não o fazem é, por desinteresse.

Investiu tudo o que tinha no aluguel de prensas de azeitonas, fora da safra, na época da colheita, recolheu os dividendos cobrando altos preços dos produtores quando precisaram das prensas que estavam em seu poder.

Se para Tales, há milênios, a água era a origem, o que diria se vivesse no século onde questionamos que podemos sofrer, no futuro, com a ausência de água potável?

Eu, sinceramente, não compartilho dessa idéia de que as próximas gerações sofrerão recessão de água já que me parece claro que os processos de dessalinização estão avançando e já é possível encontrar, em alguns países, tecnologia suficiente para fazer o custo desta transformação algo viável para a sociedade, equiparando quase ao custo do tratamento da água doce.

Em um futuro, onde a água doce deixe de ser opção, grandes empresas entrarão nesse mercado, fazendo com que em princípio o custo torne-se alto e com o decorrer do tempo, pela concorrência que sempre surge, o custo não será diferente do que é hoje, mudarão apenas os processos.

Aqui vemos a origem dos pensamentos em três formas diversas.

Em casos como o de Tales, são criados pela inaceitação das idéias vigentes e das respostas convencionais.

Em outros casos, os pensamentos originais surgem da necessidade de sobrevivência, como é o caso da dessalinização.

Por fim, geramos novos pensamentos pela necessidade da permanência ou crescimento em nosso trabalho.

A formação dos pensamentos não depende de iluminação ou inspiração sobrenaturais e sim de muita observação e questionamentos.

É no exercitar permanente de seu intelecto que você poderá criar, inovar e concluir, ainda que não tenha os recursos que espera, poderá independer-se de idéias precedentes e referenciais.

O pensamento de Tales foi extremamente original para a sua época e por séculos a humanidade não foi capaz de gerar nada mais original… ainda que hoje saibamos que não era verdadeiro, foi, para aquela ocasião.

Nossa preocupação não deve ser, sempre, criar verdades absolutas e inquestionáveis e sim apenas a melhor solução para o contexto e a época em que vivemos.

Idéias como a de Tales hoje são ultrapassadas… a dessalinização, que ainda não chegou em plena força, um dia talvez também seja.

A questão é que chegará um tempo onde tudo que é deixará de ser e ainda que possamos errar, a idéia de construir algo produtivo irá gerar questionamentos, debates, idéias aperfeiçoadas e aprofundamento ideológico, estruturando novos conceitos e práticas, sendo assim, nada, jamais, é um erro total, assim como nada será um acerto completo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s