É hora de atacar, recupere o terreno perdido

The_Battle_by_Radojavor

Parece que o pior já passou…

Muitos países estão contendo suas crises, outros apresentam sinais de melhora e muitos mercados já reagem positivamente.

Nesse momento, enquanto alguns empresários ainda têm receios de ir adiante ou tomar posições decisivas, outros se aproveitam e aceleram.

Nas consultorias que desenvolvo, estive em diversas empresas em crise já que me especializei na reestruturação de negócios deficitários, nessas situações, encontro quase sempre os mesmos erros.

Quando uma empresa começa a ter problemas financeiros a tendência é pensar em cortar custos, fixos, variáveis, demissão de pessoal, diminuição de publicidade e ainda limitar o orçamento de todos os setores, inclusive do comercial, ai está o enforcamento.

A estratégia varia de empresa para empresa, mas quando um negócio está em dificuldade, pode-se resumir em três pontos chaves, comum a todos. Os caminhos a seguir, são:

1- Aumentar o Faturamento – Se uma empresa está sofrendo queda em seus números o aumento de receita é o principal dever, por isso, jamais cortar gastos que impliquem em uma diminuição da receita.

2- Negociação de dívidas – Esse é o segundo ponto de extrema importância, pois os juros bancários e dívidas com fornecedores vão estrangular qualquer negócio.

3- Diminuição de custo – Com especial atenção aos setores que geram receita, os custos a serem minimizados devem se resumir aos desperdícios e gastos desnecessários, ainda, investimentos que trarão retorno a longo prazo devem ser revistos.

Assim, quando os negócios estão diminuindo, ficarão ainda piores se forem tomadas medidas de cortes nas áreas chave da empresa, sem o devido estudo e contendo as principais fontes de atração de novos consumidores.

Um exemplo é o corte na verba publicitária. Se diagnosticado desperdício e retorno inexistente, obviamente deverá ser cortado, seja em época de crise ou não, com o devido cuidado para não cortar quem “traz clientes” já que diminuir a exposição da empresa é cometer suicídio.

Em tempos de crise a publicidade deve ser minuciosamente estudada e se possível, ainda mais reforçada.

Em uma situação, prestei consultoria para uma rede de escolas de cursos profissionalizantes que em uma ocasião enfrentou grandes dificuldades pois havia sofrido um forte ataque de um programa televisivo, sensacionalista, de grande audiência, que fez de tudo para dizer que os cursos eram de baixo nível, sem quaisquer elementos e impulsionados por um aluno insatisfeito.

Naquele momento, centenas de alunos desistiram, matriculas não foram mais realizadas e tudo estava à beira de fechar as portas quando a solução que indiquei foi, é hora de atacar.

Desenvolvemos um plano publicitário, escolhemos diversas mídias e promovemos os cursos como jamais havia sido feito antes, gerando um custo enorme e um risco alto. E o resultado? Nunca a escola teve tantas matrículas e mais que somente normalizar, cresceu fortemente.

Não aconselho a tomar medidas como essas sem os devidos estudos e cuidados, mas quero com isso exemplificar que retroceder muitas vezes é a sentença de morte.

Em outra situação, fui procurado por uma indústria de confecção que sofria sérias dificuldades pois toda sua produção era direcionada para um grande magazine que em um determinado momento resolveu cortar pedidos, naquele momento a decisão foi, mais uma vez, atacar.

Fizemos, em um curto período, a contratação de dezenas de novos vendedores, com isso a empresa passou a oferecer seus produtos para diversos outros compradores, o que mais para frente significou não só a salvação do negócio, como um significante acréscimo de faturamento.

Estes, como inúmeros outros casos, exemplificam que se na hora da crise você se acomodar, esperar tudo se acalmar e retroceder, poderá ser engolido pela tempestade.

Reagir, sempre, de forma certa, prudente, ágil e agressiva, gera resultados que, no final, tornarão sua empresa ainda mais sólida que no momento que entrou na crise.

Essa decisão será tomada pela sua empresa, ou pela concorrência, agora, é com você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s