Como encontrar a felicidade?…Epicuro

Felicidade

Nascido na Grécia, antes de Cristo, Epicuro tem considerações relevantes para os nossos tempos.

Questionava quais os caminhos que nos levam a felicidade, por perceber que muitos a buscavam, incessantemente, em direções erradas.

Acreditava que a felicidade está na vida de prazeres, mas o que te dá prazer e por quê?

A questão é que muitas vezes o que você acredita que te dará prazer, nem sempre é realidade, ai está a dificuldade.

Nem sempre desejamos o que realmente necessitamos e sim o que nos impõe o consumismo, a mídia, o fator sócio cultural, etc…

Muitas vezes, direcionamos nossos prazeres no que nos faz esquecer a realidade… faz efeito, mas momentâneo.

Melhores são os prazeres que condividem a realidade, sem mascarar e mais prazeroso ainda é fazer da realidade, algo prazeroso.

Não entendemos nossa realidade, por isso buscamos dar nossos valores a novos prazeres.

Para ele, o prazer está nas pequenas e básicas coisas.

Amizade, Liberdade, inclusive financeira para ter autonomia em sua vida e Consciência para analisar e saber o que se busca.

Se a vida é tão simples, por que não estamos satisfeitos?

Para Epicuro, pela imposição social.

Isso vai contra o espírito corporativo, emprendedorial?

Talvez sim, se a tua construção se basear em irracionalidades ou disputas impensadas, por territórios inexistentes.

Talvez não, se for um meio para estruturar melhor suas idéias, direcionamentos e respostas para as necessidades do caminho que você escolheu, para a tua profissão e conseqüentemente, vida.

Levando para o campo profissional, vemos as aplicações epicuristas na publicidade por exemplo.

Veja os comerciais de cerveja, festas, amigos, etc…

Nos comerciais de viagens, exploram a noção de liberdade e as vezes um bom vinho, ou fumo é acompanhado pela idéia da reflexão.

O subliminar é apoiado nas necessidades básicas e por isso tem efeito.

Para estar satisfeito, na tua essência, siga o teu percurso, estruture teu caminho profissional mas não se angustie com necessidades impostas e não reais.

Você vai mais longe quando afina e aperfeiçoa o básico, mas não quando se desvia dele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s