Os novos caminhos da economia mundial

Franklins_by_predrag

Há alguns anos atrás eu escrevia para um jornal, sobre um dos grandes e reais motivos para o governo americano ter optado por realizar a guerra do golfo.

Enquanto muitos afirmavam que o petróleo era o principal interesse, eu via o “ouro negro” como um ponto secundário, não primordial.

A economia americana não é líder por ter petróleo, nunca o tiveram em grandes quantidades e isso nunca foi determinante. Sua força está na importância de sua indústria e moeda.

Na ocasião da guerra, Saddam Hussein renegociaria o petróleo do Kwait alterando a base da moeda de dólar, para euro, sugestão que a Opep via com bons olhos, foi o suficiente para os Estados Unidos invadirem o Kwait.

Atualmente, após muitos anos, a economia americana está fortemente abalada e sua moeda já não é mais a mesma. Após a forte crise muitos países optam pelo euro como base de seus contratos ou até mesmo as suas próprias moedas.

Os negócios feitos entre Brasil e Argentina, por exemplo, são realizados agora em reais, ou pesos.

A China vê com bons olhos realizar negócios com sua própria moeda como  base de transação.

Atualmente, dois terços das transações internacionais utilizam o dólar, há uma década a participação era superior a três quartos.

É verdade que o dólar ainda é a referência mais forte em termos de moeda, mantendo-se na liderança, mas observe que tem perdido muito espaço nessa nova economia.

É complicado fazer transações internacionais alterando as moedas de país para país, essa dificuldade favorece um pouco mais o dólar e os Estados Unidos, mas quando a moeda enfraquece, a economia do país acompanha.

Com o governo Obama os Estados Unidos vão recuperar seu status de maior potência, e permanecer no posto isoladamente? Ou o que têm perdido é apenas o reflexo de uma tendência que só tende a se concretizar?

Faça as suas apostas e acompanhe os próximos capítulos…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s