O que aconteceria se legalizassem as drogas? Parte I

Drogas 1

Hoje, vou começar um Post que terá duas partes.

Um tema polêmico, mas cada vez mais necessário.

Autoridades políticas, estudantes, empresários, discutem seus efeitos… e você, o que pensa?

Qual o custo de manter todas as drogas como produtos ilegais?

Qual a vantagem para o governo, polícia, usuários, traficantes, população…

Será que a liberalização seria vantajosa? De todas as drogas, ou algumas?

Que conseqüências teria?

É importante lembrar que a indústria do Tabaco é regulamentada e paga altíssimas quantias de impostos.

Nas bebidas, quando a Lei Seca passou a vigorar nos Estados Unidos em 1920 se tornou um enorme fracasso, ao invés de acabar com os problemas ocasionados pela bebida, a lei foi um incentivo a corrupção enquanto a Máfia enriquecia com seus contrabandos.

A Lei Seca resistiu por 13 anos, até que se tornou insustentável.

E o tráfico no Rio de Janeiro, o que sofreria com a legalização de algumas drogas?

Enfim, esse é um tema extremamente polêmico, mas não vou caminhar para o aspecto moral e sim, me limitarei a abordar os aspectos econômicos e suas variáveis.

Como te parece um impulso de 50 bilhões de dólares na economia?

Não valeria por ser um incentivo a novos usuários, ainda que fossem criados novos empregos?

Tudo é possível… o fato é que a cada ano, aproximadamente dois milhões de pessoas são presas por delitos relacionados a drogas, incluindo o uso e a venda.

Cerca de um terço dos presos são processados por acusações de posse ou por crimes atribuídos ao abuso de drogas, mas, o que aconteceria se fossem legalizadas?

Mais jovens decidiriam provar as drogas “só por uma vez”, outros mais se transformariam em viciados.

Algumas vidas se arruinariam, mas outras poderiam ser salvas.

Os assassinatos cometidos por quadrilhas cairiam drasticamente.

Milhares de pessoas que agora estão presas estariam em liberdade para conseguir um trabalho, alimentar suas famílias, etc…

Milhares seriam salvos na guerra das drogas e uma nova indústria seria criada, gerando empregos e mais impostos aos cofres públicos.

Você pode argumentar que isso seria loucura, talvez até tenha razão, já que o pressentimento da maioria vai pelo mesmo caminho, de que seria algo desastroso.

Alguns economistas, incluindo o prêmio Nobel, Milton Friedman, apóiam a idéia de legalizar as drogas já que ele acredita que a guerra contra as drogas é a raiz da corrupção policial e causa milhares de mortes desnecessárias.

Dessa forma, como a legalização afetaria a economia e a sociedade?

Vendo alguns números

Olhemos dois cenários.

Se só a maconha fosse legalizada, ou se fossem todas as drogas.

Sem dúvida que seja como for, haveria uma regulamentação específica, mais ou menos como a do álcool, cigarros, incluindo limites por idade, permissões, controle de qualidade, altos impostos e limites também na publicidade.

Os efeitos sobre a economia do país seriam mais ou menos assim:

  • Economia no controle das drogas, nas investigações policiais, sistema judiciário e prisões.

Nos Estados Unidos (que é a base dos números deste Post), estamos falando de uma redução entre 2 a 10 bilhões de dólares por ano se fosse legalizada a maconha, ou de mais de 40 bilhões, caso todas as drogas fossem legalizadas. Uma conta baseada no Escritório de Política de Controle Nacional de Drogas da Casa Branca.

  • Diminuição dos custos prisionais e acréscimo na economia, já que menos gente seria presa, assassinada e os infratores estariam livres para encontrar novos empregos. Ainda que não seja possível saber quantos dos que estão presos voltariam a cometer outros crimes.

  • Maior arrecadação de impostos.

Os preços das drogas cairiam drasticamente para dificultar o mercado negro. Jeffrey Miron, um conferencista da Universidade de Harvard, calcula que o mercado de maconha de 10 bilhões anuais, arrecadaria, em impostos, 6 bilhões de dólares. E, entre todas as drogas ilícitas, seriam arrecadados até 15 bilhões de dólares.

  • Uma nova indústria seria criada, com seus conseqüentes empregos, fazendas de cultivo, lojas de venda a varejo e um aumento no PIB já que o dinheiro do mercado negro seria fortemente afetado.

Um estudo realizado pela Organização para a Reforma das leis sobre a Maconha, em Washington, EUA, sugere que uma indústria legal da maconha poderia oferecer 100.000 empregos diretos e 60.000 indiretos.

Dessa forma, aparentemente, o governo americano (imagine as devidas proporções para o Brasil), acresceria um valor de aproximadamente 50 bilhões de dólares para economia, impostos, negócios, comunidade, mas a que custo?

Para não ficar cansativo e muito longo, publicarei em outro Post a continuação desse assunto, você pode voltar?

Até lá!

Anúncios

14 comentários sobre “O que aconteceria se legalizassem as drogas? Parte I

  1. Oi Leonardo, para acrescentar na discussão sugiro uma passada no blog do Walter Franganiello Maierovitch, jurista, ex-desembargador, ex-Secretário Nacional Anti-Drogas durante o governo FHC (1999-2000) e presidente do Instituto Brasileiro Giovanni Falcone. Uma navegada pelas tags pode revelar dados bastante esclarecedores que podem ajudar nesta discussão.

    O endereço é: http://maierovitch.blog.terra.com.br/

    Abraço!

  2. Olá Leonardo.
    Claro que respeito sua opinião, mas acredito o contrário. Legalizar as drogas significa que qualquer pessoa teria acesso a muitos novos lugares com um crescimento vertiginoso de pontos de venda. Isso aumentaria de forma gigantesca o número de dependentes. No começo, você sabe, a pessoa pode ainda interagir com o trabalho, estudo, etc. Mas depois de algum tempo, não conseguirá mais, se tornando dependente e sem condições de produzir socialmente. Muitos ficarão com a saúde seriamente comprometida, trazendo gastos para o sistema de saúde, caos familiar (sem emprego), etc. Se não pagar ao traficante, morre. Certamente a criminalidade aumentaria. O Estado perderia o controle, pois os narcotraficantes teriam o poder paralelo mais rico e mais poderoso que as autoridades legitimamente constituídas. Traficante é criminoso não somente por vender drogas. Você acredita que eles pagariam impostos? Dividiriam seus lucros com honestidade com alguém? Deixariam as formas violentas de tratar os seus negócios?
    Drogas destroem e matam. Nunca historicamente trouxe bens a uma sociedade. O dinheiro que aparentemente entraria em circulação é nada, em comparação à devastação que viria junto.
    Se até um alimento que não é saudável deve ser retirado do mercado, quanto mais as drogas.
    Se fosse bom, poderíamos dar a uma criança, aos nossos filhos, aos nossos pais idosos.
    Pergunte a um pai ou uma mãe se eles apóiam que o seu filho use alguma droga. Pergunte a um filho se ele apóia que seu pai ou mãe usem drogas.
    O governo que libera isso, é porque perdeu o controle ou a paciência. Em países desenvolvidos onde aconteceu isso, se formaram depósitos de seres humanos desprezados pela sociedade e pelas autoridades. Ninguém liga para eles. Entraram nessa e vão morrer sem que ninguém se importe.
    No nosso pobre Brasil, só traria mais pobreza e desgraças.
    Um abraço.

  3. Olá Altemar, obrigado pelo teu comentário e tantas considerações, ainda hoje eu ponho a segunda parte do nosso texto, para finalizar este post e farei algumas considerações mais, inclusive vou te responder com mais detalhes, só não o faço agora para não revelar parte do último texto…..
    Até mais tarde!
    Abraço!

  4. Você tem sua opinião e também respeito, mas liberação de drogas não ia fazer bem a ninguém, jovens drogados e descontrolados, teria numero de acidentes em alta, sejam automobilísticos ou do trabalho, nenhuma droga deixa ninguém mais inteligente ou mais rápido,o SUS não seguraria a barra de milhares de dependentes. Cada um cuida da sua vida, mas muitas vezes pessoas irresponsaveis(consumidores de drogas) vem a interferir com a vida de outras pessoas que nada tem a ver com esses vícios.

  5. Olá Leonardo.
    Muito legal a sua discussão. Porém, quando diz em legalizar todas as drogas, vc inclui a heroína, o LSD e o crack. Porque eu não veja uma sociedade melhor com a pessoas comprando crack nos butiquins pra fumar não. E não adianta dizer que haveria restricões para as drogas pesadas, como crack e cocaína, porque se houver restrição, haverá tráfico, e se isso acontecer, a motivação da proposta – acabar com o tráfico e a violência gerada por ele – não terá validade.
    Quanto a proposta de liberar só a maconha pra mim também não faz sentido, pois a maior parte da receita dos traficantes vem da venda do crack e da cocaína. Essa medida serviria apenas para legitimar o ato de fumar maconha para quem fuma, fumar em paz, mas não contribuiria em nada para acabar com a violência no país.
    Abraço.

  6. ALTERMAR,
    o caso é extinguir o trafico, colocando preços tão acessiveis, que nao seria necessario um usuario ir ao encontro do traficante, e sim da farmacia na esquina que vende o baseado do mesmo jeito, quem se interessaria em traficar?!
    fora isso, todas as suas questoes de assassinatos/corrupção/cobrança de dividas ja estariam por agua abaixo,
    pois o governo q iria vender a maldida droga, e outra droga não é final da vida filhao, entao um cara não pode ser um medico bem sucedido e fumar maconha ou usar outra droga?!!?! convenhamos um depoimento muito ridiculo o seu, tem dezenas de pessoas q fumao/bebem/cheiram/tudo do seu lado, são mais bem sucedidas que voce e simplesmente vc tem esse pensamento é fracassado ou é pastor……….. o individo não vai ficar mongol/preguiçoso/burro/retardado se usar droga, isso ae ´ja é da cultura dele ficar folgado, isso ae é disculpa de alejado, = falar que robou pra usar droga……….convenhamos se ele roubou ele entra em outro artigo, ae vem um e fala “a a droga faz isso”….. poise a droga não faz isso, o sujeito que faz isso, ele tem cerebro, tem maos faz o que quiser, sabe das consequencia de roubar um palito de dente entao não me venha com essa ignorancia……..pastor ;D

  7. Bem está ai um post bem elaborado q me da vontade de comentar, cheguei aki pelo blog ocioso…

    primeiramente digo q sou contra a ideia de legalizar as drogas pelos seguintes motivos:

    * Acho que o povo brasileiro não tem educação o suficiente para lidar com essa ideia.

    * Se está havendo o choque de ordem em cima dos fumantes por conta de N motivos, pq se discute legalizar as drogas? já que a base do discurso do ministerio da saúde é que o sus não consegue arcar com as doenças causadas pelo tabaco?

    * Não consigo imaginar uma “boca de fumo” com CNPJ…(ou será mesmo q os traficantes passariam a pagar imposto, assinar carteira…?)

    Enfim, acredito mesmo q o Brasil prescisa de educação, não adianta treinar policiais, armalos até os dentes… isso so vai aumentar o calibre desta guerra, eu acredito que esse tipo de atitude é apenas um bad-aid em cima de uma ferida gigantesca é coisa de efeito passageiro…. mas quando vc mostra para um jovem q não teve oportunidade que ele pode realmente ser uma pessoa de bem, ser um doutor, ser uma pessoa ativa dentro da sociedade, fornecer as ferramentas necessaria para isso… pouco a pouco vc vai enfraquecer o trafico, por que assim vc quebra a corrente…

    um outro ponto de vista que eu tenho é que isso é tampar o sol com uma peniera…. imagine só…. digamos que o roubo de carro tenha passado a custar bilhoes para o governo? oq fariamos? criariamos a industria do roubo de carro? transformariamos em modalidade olimpica?

    enfim, aguardo o proximo post

  8. Não gostaria de usar esse espaço como réplica ao comentário de terceiros.
    Mas pelo que foi escrito por
    Douglas,
    Gostaria apenas de dizer que só posso te responder a uma crítica se elevar-se ao respeito e dignidade, o que não aconteceu. Suas ofensas não me ferem e seus julgamentos são preconceituosos.
    Um debate só pode ser produtivo se houver ética. Leia um pouco, aproveite e melhore a sua gramática, que é horrível.

  9. Os marginais substiuiríam o tráfico de drogas por outros delitos que em consequência aumentariam drasticamente (roubo de carros, sequestros, assaltos,…)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s