Você sabe se comportar?

Comportamento

Li uma informação que me motivou a escrever esse Post.

Na realidade não me espanta já que eu convivo com isso em todas as empresas que faço consultoria, mas acredito que merece reflexão.

Essa informação mostra que 90% das demissões se referem a dificuldade de relacionamento, ou seja, a maioria sai das empresas por incapacidade de se relacionar, por faltar “diplomacia”, ou o famoso “jogo de cintura”.

São pessoas que não tem flexibilidade com subordinados, colegas, clientes, não têm disciplina em suas execuções e de forma geral têm dificuldade em trabalhar da forma adequada.

Você é uma pessoa inteligente?

É muito comum ouvirmos acusações de que determinadas pessoas são mais inteligentes que outras por saberem se expressar mais, convencer mais ou terem determinados conhecimentos.

Muitos se esquecem, ou desconhecem, as inteligências múltiplas, que nada mais são que a partição das formas de inteligência.

Cada um tem determinada capacidade, o que mostra que todos têm e nenhum deixa de ter.

Ninguém é “burro” e ninguém é “inteligente”, por completo.

Escrevo isso para que você veja que ninguém pode ser tão menosprezado, nem tão exaltado, mas, esteja certo, algumas inteligências se sobressaem mais e estas trato nesse texto.

Mais recentemente, vemos que as inteligências emocionais predominam nos tratos e relacionamentos.

Por isso, é muito comum vermos pessoas capacitadas, com uma boa bagagem cultural, conhecimentos técnicos adequados, boa comunicação e que não sabem lidar com os outros.

Todos temos dificuldades, momentos mais estressantes, vida pessoal, as vezes, problemas com contas, relacionamento amoroso e por ai vai…

A questão é, como lidar com isso, saltando as dificuldades e não deixando afetar a sua produtividade?

Como permitir que a vida pessoal não interfira na profissional?

A resposta é difícil já que por mais que determinado problema passe e se resolva, outro virá, outros virão, assim, viveremos em uma eterna ciranda de resolução de problemas que, insolúveis, nos impulsionarão a agir mal, eternamente, assim, a questão deve ir para outro caminho.

Já ouviu a frase, se você não pode vencer um inimigo, junte-se a ele?

É mais ou menos isso…

Os problemas, sempre existirão, então cabe a nós saber lidar com eles, mudando seu ângulo de vista.

O Filósofo Sêneca dizia que temos uma ingenuidade infantil ao achar que o que certamente acontecerá, por milagre, no próximo momento, não existirá mais… por exemplo, você trabalha em uma empresa que têm um chefe prepotente e de difícil trato?

Amanhã, ele, provavelmente, ainda estará lá, então não tente desviar o foco e torcer para que ele saia já que não depende de você.

Faça o que depende de você, executando bem o seu trabalho e, na medida do possível, sabendo conviver com ele e lidando de forma “civilizada”.

Os problemas são estáticos como um todo, na medida em que sempre existem, mas a tua percepção e reação diante deles não deve ser.

Saber se comportar, reagir, lidar com pessoas, ser mais compreensível e paciente, permitirá que você exerça o teu conhecimento com mais inteligência.

Reações impulsivas estão longe de serem inteligentes na medida em que não são elaboradas e sim instintivas.

Pense, antes de agir, compreenda, antes de reagir, viva com menos peso e saiba lidar com o que certamente te espera em cada dificuldade.

Se não é o chefe, ou apenas ele, minimize os problemas, veja os pontos bons do teu trabalho, da tua vida e saiba trabalhar melhor o seu dia a dia.

Elaborar bem as reflexões corporativas fará com que você enxergue mais adiante, como escrevi no Post anterior.

Os que vêem os problemas como oportunidades e têm segurança de seus atos vão mais além.

Talvez, mais que ter centenas de diplomas e títulos, o saber se relacionar te levará mais além.

Entender o seu trabalho, as pessoas que fazem parte desse organismo e enxergar o contexto da tua vida, te fortalecerá como um todo e, claro, mais que uma conversa vazia e palavras superficiais, são a chave para que você possa, simplesmente ser, o que em essência é e não o que é impulsionado, pelas dificuldades, a ser.

Anúncios

2 comentários sobre “Você sabe se comportar?

  1. Glória,
    Seu artigo nos remete a verdades que devemos nos lembrar todos os dias, todas a manhãs, e ao deitarmos, devemos refletir sobre elas. Como estamos cuidando da nossa relação com o outro. Isso é muito mais valioso que qualquer diploma, como você mencionou sabiamente no texto.

    Vanderlei Martinianos
    Consultor Internacional de Empresas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s