De onde surge o conhecimento?

Conhecimento

Entre os principais dilemas da filosofia está a origem do conhecimento.

Já que filosofar é pensar, discutir, raciocinar, conhecer, de onde tudo vem?

Como sabemos se realmente Deus existe?

Como chegamos aos resultados matemáticos, ou conhecemos o funcionamento de determinado tema?

A biologia genética afirma que em nossos genes está um rastro para onde seguiremos, que serão determinantes no desenvolvimento de aptidões físicas, desenvolvimento de doenças, tendências sexuais e comportamentais e por ai vai.

Mas quem somos?

Para essa resposta, dependemos de uma série de fatores, além dos genéticos, como o ambiente onde nascemos, fomos criados, pessoas que nos cercaram e influenciaram.

Por isso, até o que realmente somos não depende apenas de nós, clique aqui e veja o que já escrevi sobre isso.

Filósofos como Platão, Agostinho e Descartes, acreditavam que o homem já nasce com suas idéias.

Contra essa teoria, Locke criou o “Ensaio acerca do entendimento humano”, no século XVII, inaugurando o empirismo britânico.

Mesmo vivendo no século 21, nós recorremos a filósofos que viveram antigamente para explicar determinados conceitos, já que nada mais coerente surgiu, que discorde desses princípios.

Locke acreditava que nascer com uma idéia é totalmente inadequado já que não temos, obviamente, todos, as mesmas idéias.

Dizia que somos como uma folha em branco que vai sendo escrita na medida em que vivemos e experimentamos.

Isso quer dizer, tudo o que experimentamos torna-se conhecimento, por meio do processo lógico, mas nada “surge” sem experimentar.

Hume sustenta essa tese, leia esse meu Post também.

Por isso, não se lamente do que você vive ou viveu, não se lamente do trabalho difícil, das vendas serem um processo que exija esforço, que a sua vida não seja “a ideal”, tudo isso é processo experimental, por conseqüência, de conhecimento.

Nossas idéias são fornecidas através da experiência, assim, tudo o que conhecemos vem de fora de nós, assim, os objetos do conhecimento são externos e nos chegam através de nossa percepção, esta sim, individual, interior, que será a que processará e dará cor ao que chega, é o acabamento final.

Imagine um desenho, ele virá pronto, ele é, independente do que você quer, ali ele está, só que sem cor.

Nós colorimos, enfeitamos e damos a aparência final.

Mas e a percepção?

Ainda, segundo Locke, vem através da sensação que recebe os objetos externos de forma individual, daí uns gostam de determinada comida, suportam certa temperatura, gostam ou não de natureza, etc…

E o toque final da sensação é a reflexão, o sentido interno, o processo mental que pintará o objeto, gerando dúvidas, crenças, desejos e o conhecimento final.

Se todo conhecimento vem da experiência, por quê nos recusamos a experimentar e vivenciar?

Dentro de seu trabalho, procure saber o que fazem os concorrentes, visite seus clientes, converse com o pessoal da produção, se isolar é desconhecer.

Aproveite, o saber está batendo em tua janela, todos os dias, basta você abrir para que sua mente não permaneça como um quarto escuro.

Anúncios

5 comentários sobre “De onde surge o conhecimento?

  1. São essas experiências e acontecimentos que alem de nos proporcionarem conhecimento, moldam a nossa personalidade.
    Logo, lamentar-se por uma frustação passada é de certa maneira, não estar de bem consigo mesmo.

  2. Se o que foi dito for verdade, a criatividade não existe e tudo que pensávamos que inventamos na verdade já era previsível, estou certo?

  3. Olá Tiago, na realidade não penso assim..eu vejo a criatividade como o desenvolvimento final, o aperfeiçoamento, se preferir, o afinamento do conhecimento….
    Vivemos, experimentamos, conhecemos, sabemos e aprimoramos, criando.
    Perceba que todo processo criativo vem a partir de certo conhecimento.
    Todas as experiências e novas práticas surgem da idéia do que já conhecemos e acreditamos, depois do que vivemos…
    Obrigado pelo comentário e visita, abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s