É hora de decidir… e agora?

Bombeiro

Quando uma decisão chega inesperadamente somos obrigados a tomar uma atitude, queiramos ou não, a situação não nos dá outra oportunidade.

Mas, há momentos onde a situação avisa que está chegando…

Aos poucos se mostra, dá evidências, indícios e vemos que é a hora de decidir, mas preferimos esperar, deixar, empurrar…

A espera em uma decisão importante nada mais é que a cautela que julgamos necessária para tomar determinada postura.

É o momento de sair daquele trabalho que não dá mais…

É o momento de mudar os rumos do negócio…

É o momento da demissão esperada e finalmente anunciada…

Se não decidimos antes é porque não tínhamos preparo e se não tínhamos, como decidir repentinamente?

Treinamento, muito treinamento.

Por isso, insisto na formação intelectual.

Leia, muito, se interesse sempre, faça da cultura um prazer, se enriqueça com um preenchimento cultural que te permitirá conhecer mais, saber mais e quanto mais se experimenta, mais se conhece, quanto mais se conhece, mais se pode.

Na psicologia, existe o reflexo condicionado, que foi uma teoria desenvolvida por um fisiologista russo, chamado Pavlov.

Nessa teoria, ele mostrou que o reflexo condicionado é a reação que se tem quando recebemos determinados sinais que nos levam a certas conclusões.

Isso tem um paralelo também com os sinais da linguagem, leia esse post sobre a semiótica.

Mas, enfim, Pavlov chegou a esta conclusão após experimentos com cães, quando percebeu que estes salivavam quando eram expostos a determinados estímulos, que os faziam esperar que era o momento de comer.

Vemos tais experimentos em cães, ratos de laboratórios mas, não vá tão longe, nós mesmos temos as mesmas reações.

Por que são feitas simulações na polícia, exército e nos bombeiros?

Claro que todos sabem que não é real, mas a repetição de determinados atos em certas situações faz com que quando a simulação seja real, todos saibam como agir.

Outro exemplo são os treinamentos que os pilotos de aviões sofrem para conduzir, apropriadamente, suas aeronaves em situações problemáticas.

Ainda, o jogador de futebol que chuta milhares de vezes para gol, em seus treinamentos, para que quando, no jogo, ele esteja na mesma posição, possa acertar com a menor margem de erros.

O reflexo incondicionado é a atitude impulsiva, muitas vezes desastrosa.

Ao contrário, o reflexo condicionado é um treinamento, exaustivo, que leva o impulso a agir, como treinado.

Falta, na maioria da carreira e das empresas, um treinamento adequado para o reflexo condicionado.

Se em muitas profissões essa é uma prática corriqueira, no mundo das empresas, poucos são condicionados.

Profissionais passam por atualizações, treinamentos, aprendem posturas e teorias mas na hora do problema não sabem como agir, pois não tem o “sangue frio” para a decisão certa, na hora certa, falta condicionamento.

Assim, o reflexo condicionado deve ser uma prática adotada, treinando os profissionais, senão para todas, para as principais situações que enfrentará em seu dia a dia, das básicas, às limite, para saber e poder agir, sempre, da forma planejada.

É saber como agira, antes planejando, pensando, projetando, até reagirmos.

Imaginar todas as situações, prever quais reações terá, traçar atitudes e comportamentos em todas as situações, com treinamentos adequados, não é “esperar” o pior e sim saber que existe e pode chegar até nós.

Sem paralelo com o pessimismo, é realismo…. imagine um bombeiro que se recusa a treinar por querer acreditar que nunca enfrentará uma tragédia?

Sem fugir da realidade, estamos prontos para agir quando o inesperado vier, e, invariavelmente vem.

Treine, reflita, exaustivamente antes, para que quando chegue à situação, nada seja novo e a sua postura seja conduzida com tranqüilidade, de forma esperada e prudente.

Anúncios

3 comentários sobre “É hora de decidir… e agora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s